Black Friday | 10 dicas para se dar bem e comprar barato

Por Rodrigo Folter | Editado por Bruno Salutes | 17 de Novembro de 2022 às 16h05

clique para compartilhar

Link copiado!

Falta pouco para a Black Friday! Nos dias anteriores ao evento, que este ano tem data marcada para 25 de novembro, é grande a expectativa dos consumidores de encontrar boas promoções e garantir os produtos desejados. Entretanto, desde já, algumas precauções devem ser tomadas para não cair em golpes.

10 dicas para se dar bem na Black Friday

As projeções de compra e venda são otimistas para esta edição do evento. Segundo pesquisas feitas pelo Mercado Livre e o Mercado Pago, 78% dos brasileiros querem gastar mais durante a Black Friday de 2022. No topo das intenções de compra se destacam itens como celulares, notebooks e smart TVs. 

Seja qual for o produto que está na sua mira, confira algumas dicas para comprar com segurança, conseguir descontos reais e aproveitar o evento sem prejuízos. 

1. Tenha uma lista do que necessita

É comum se perder no mar de ofertas durante o período da Black Friday. Sites, aplicativos e perfis de vendas aparecem com diversas promoções. Por isso, é importante ter um foco. Uma lista de suas necessidades ajuda a se orientar e a não gastar desnecessariamente.

2. Fique de olho nos sites

Algumas empresas aumentam os preços dos produtos nas semanas anteriores, ou até mesmo com meses de antecedência, para reduzi-los novamente no dia do evento. Com isso, o consumidor tem a falsa sensação de que conseguiu um bom desconto no item. Sendo assim, pesquisar é sempre uma ótima forma de evitar o problema. Sites como Zoom e Buscapé podem ajudar nesta tarefa.

3. Atenção às datas

Com o esperado sucesso nas vendas, as lojas podem aplicar promoções antes da data oficial (25), a fim de estender o período de descontos. Busque ofertas também nos dias anteriores ao evento. Além de observar os preços com certa antecedência, as chances de encontrar boas promoções aumentam.

4. Confirme se o site é confiável

Durante o período, algumas “ofertas imperdíveis” podem ser, na verdade, golpes para fisgar os consumidores. Sendo assim, em primeiro lugar, é importante saber se um determinado site é confiável para fazer as suas compras. Algumas etapas simples já podem ajudar nesta tarefa: verifique se a URL da página começa com "https" e se exibe um ícone de cadeado ao lado. Essas características indicam um site seguro.

Além disso, verifique se o link possui elementos como “.” ou “-” separando o nome da loja. Isso pode ser indício de uma página falsa, uma tentativa de copiar a loja original e enganar o consumidor.

5. Pesquise a reputação das lojas

Esteja atento aos comentários que os outros consumidores fazem sobre a loja ou sobre algum produto. É possível encontrar as sessões de avaliação ou de comentários com facilidade e checar o que a comunidade diz sobre. Além disso, o site Reclame Aqui é um aliado do consumidor para conferir a reputação das lojas.

6. Desconfie de ofertas miraculosas

Essa é uma dica para qualquer momento. Porém, como durante a Black Friday o volume de compras é normalmente maior, o risco de cair em furadas também cresce. Desconfie de promoções que parecem mentirosas, pois há grande chance de realmente serem.

7. Fique de olho no frete e no estoque

Com o aumento da procura por produtos durante a Black Friday, as lojas podem ter problemas em entregar grandes quantidades de um mesmo produto. Esteja ciente disso antes de comprar, visto que a entrega pode demorar e aquele presente de Natal que comprou pode atrasar. Além de observar o prazo, procure verificar se não existe um aumento no custo do frete, em relação a outros períodos.

8. Fique atento aos meios de pagamento aceitos

Meios limitados de pagamento podem ser motivo de preocupação ao realizar uma compra. É comum que lojas confiáveis ofereçam diversas formas, como cartões de crédito e débito, boleto, PIX, etc. Atente-se a isso para ter mais proteção durante o período de ofertas.

9. Cuidado ao compartilhar os seus dados

Há um aumento no número de golpes, durante o período de compras de Black Friday. Sendo assim, tenha cuidado ao compartilhar os seus dados na internet. Vale destacar que os sites têm a obrigação de informar quais dados seus estão armazenados, devido a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Então, isso pode ser mais um fator para você zelar pela segurança das suas informações pessoais.

10. Saiba os seus direitos

Os sites podem ter algumas regras próprias, mas é direito do consumidor realizar trocas no período estipulado por cada loja. Sendo assim, fique atento às políticas de trocas e devoluções para não perder prazos e exija seus direitos. Nem toda troca e devolução está assegurada pela lei no Código de Defesa do Consumidor (CDC). Então, anote protocolos e informações oferecidas para não ser surpreendido.

Por fim, para fazer suas compras com segurança e encontrar os melhores preços, você pode contar com a equipe especializada do Canaltech Ofertas. Fique atento, também, aos grupos do WhatsApp e Telegram para ter acesso a dicas e cupons de desconto. 

Canaltech no YouTube

Os celulares, mais uma vez, estão entre os produtos mais desejados da Black Friday. Se os aparelhos também estão na sua mira, assista ao vídeo MELHORES SMARTPHONES PARA COMPRAR AINDA EM 2022, confira os modelos mais indicados e se inscreva no Canaltech no YouTube.