A Terra vai se recuperar dos impactos humanos, mas não estaremos aqui para ver

Por Rodilei Morais | Editado por Patrícia Gnipper | 17 de Novembro de 2022 às 18h28

clique para compartilhar

Link copiado!

Resultados de uma nova pesquisa do MIT indicam que o planeta Terra deve estabilizar seu clima apesar das mudanças causadas pela atividade humana. Nós só não devemos estar aqui para presenciar a recuperação.

A capacidade da natureza de responder às mudanças ocorridas no globo terrestre já foi hipotetizada e discutida antes, mas agora há evidências diretas do processo. O “feedback estabilizador”, como chama o estudo, do planeta é capaz de regular sua temperatura ao longo de grandes períodos de tempo, na escala de 100.000 anos, em média. Isso possibilitou que a Terra sustentasse a vida durante eras glaciais, mudanças nos ciclos solares e atividades vulcânicas intensas.

Os cientistas usaram dados da paleoclimatologia, que incluem registros climáticos dos últimos 66 milhões de anos, e aplicaram modelos matemáticos para analisar o comportamento das variáveis. A questão a ser respondida era se a temperatura global poderia estar limitada por um ou mais fatores.

O ciclo carbonato-silicato

A hipótese estudada atribuía a regulação climática a um ciclo geoquímico muito lento que acontece no planeta. Da mesma forma que existem o ciclo da água, carbono ou nitrogênio, por exemplo, a Terra possui o ciclo dos carbonatos-silicatos.

Quando rochas que possuem o mineral silicato sofrem erosão, essa substância fica livre e em contato com a atmosfera. O gás carbônico presente no ar, por sua vez, vai reagir com o silicato e se depositar nas rochas.

O processo se retroalimenta pois taxas mais altas de carbono na atmosfera também intensificam o processo erosivo. Ou seja, mais dióxido de carbono e mais erosão significam mais silicatos para reagir com o gás.

Quão rápido é esse processo?

O ponto interessante da pesquisa é que as escalas temporais do ciclo carbonato-silicato e o registro de temperatura deixado em fósseis e em núcleos de gelo são condizentes. O ciclo leva cerca de 400.000 anos, o suficiente para uma recuperação do planeta neste prazo.

Embora saibamos que a Terra deve se recuperar naturalmente de todos os impactos humanos, fica claro que nenhuma pessoa viva hoje vai presenciar o processo.

Fonte: Science Advances Via: Science Alert